terça-feira, 23 de março de 2010

Sobre trabalho

Antes que mais alguém pergunte, não abandonei o blog, não. A desculpa da vez não são as visitas, porque desde que minha irmã foi embora não recebemos ninguém – e nem sabemos quando (e quem) vem os próximos.

Ultimamente andava ocupada com a busca por emprego, e porque comecei a fazer alguns trabalhos como freelancer para a empresa de tradução da minha mãe. O último trabalho fui eu quem consegui aqui em Singapura e acabei de traduzir o histórico escolar detalhado de uma amiga fonoaudióloga. Se alguém aí quiser conversar sobre motricidade oral, pregas vocais e distúrbios da voz, é só falar comigo.

E no meio disso tudo, apareceu FINALMENTE uma entrevista de emprego (e nada do típico cafezinho “vamos conversar para saber se tem lugar pra mim na sua empresa” e a resposta mais típica ainda “não temos nada mas foi bom te conhecer”). Participei de um processo que quase me enlouqueceu – tanto por não saber se queria o emprego quando pelo medo – e além das entrevistas fiz uma apresentação de um case e duas provas escritas.

Depois da última fase tinha a impressão que eles tinham gostado de mim mas não sentia que ia conseguir a vaga. Dito e feito, não consegui. Mas confesso que não fiquei arrasada, porque não era o meu emprego dos sonhos, e porque estava tão ocupada com as traduções que não tive tempo de ficar reclamando. NEXT!

Mas no final das contas, foi muito legal ter participado do processo. Finalmente uma empresa respondeu minha carta de apresentação e CV (não sem o empurrãozinho de uma amiga) e tive uma chance real de disputar uma vaga. Aprendi pra caramba e identifiquei algumas coisas que precisam ser melhoradas.

Além disso, nas últimas semanas tanta gente que eu conheço conseguiu emprego que é difícil não ver a luz no fim do túnel. No ano passado me falaram “depois do ano novo chinês as coisas começam a acontecer” mas não dei muita importância. Foram tantas aplicações sem resposta, tantos emails que caíram no buraco negro das empresas de recrutamento, que eu já não tinha lá muitas esperanças. Mas realmente, depois do ano novo chinês vários conhecidos começaram a fazer entrevistas de novo, muita gente já assinou contrato, outras estão podendo até escolher entre dois empregos...

Enfim, as coisas melhoraram mesmo, e muito. Agora é só continuar fazendo tudo direitinho e torcer para a minha sorte mudar!

6 comentários:

  1. Nada como ganhar experiências, Maclau!
    Que sua sorte mude! No tempo certo!

    beijão

    ResponderExcluir
  2. E quanto tempo faz que a gente não conversa além dos assuntos de tradução???

    Tem sido ótimo contar com sua ajuda e te ajudar nas revisões, mas claro que entendo que um trabalho na sua área seria excelente! Therefore, boa sorte aí, e continua com a gente enquanto puder.
    bj

    ResponderExcluir
  3. Traduções, traduções...
    Miss u like hell

    ResponderExcluir
  4. Tenho certeza que em breve vc arruma algo bem bacana, acredito que tudo vem na hora certa, de repente está na hora de vc curtir um pouco mais seu tempo livre pois quando o emprego chegar vai ser "o emprego".... Te entendo pois estou na mesma situação, mais o pior é que aqui em Porto, nem tenho para onde mandar meu curriculo, será que uma designer gráfica tem utilidade na praia?
    beijos Re

    ResponderExcluir
  5. Só queria dizer que eu amoooo a MC... q falta esse ser humano faz...
    to achando que vou ajudar ela na busca por um emprego... por u emprego do steva no brasil

    ResponderExcluir
  6. Descobri!!!!!
    Voce é uma agente secreta do Lula
    Coloque td em memorias que tanta viagem já daria um livro especializado em Singpore e adjacencias.
    Depois me mande o livro.
    bj proceis
    Theo

    ResponderExcluir