quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Mais uma do barco

Esqueci de contar uma coisa interessante que aconteceu no barco, na volta de Phi Phi para Phuket. Das 30 pessoas que estavam no nosso barco, metade era ocidental (europeus, australianos e eu de cucaracha) e o resto era oriental. Em alguns momentos as diferenças entre os dois grupos ia muito além da cor da pele ou formato dos olhos.

Os orientais passaram o dia todo protegidos por chapelões (gigantes) e manga comprida, enquanto os ocidentais estavam despreocupados lagartixando no sol.

Os ocidentais faziam barulho, falavam alto, conversavam entre si. E os orientais falavam baixo, não interagiam com outras pessoas a não ser as do próprio grupo e eram discretos.

Como tinha chovido pouco antes da volta, o mar estava um pouco mais agitado do que na ida. Isso significa que o barco balançava muito mais, e em alguns momentos a sensação era de estarmos dentro de uma batedeira, de tanto que o treco pulava.

Por causa do vento, eu estava preocupada em segurar meu chapéu e minha câmera nova (protegida por uma canga, um saco plástico e uma mochila), e outras pessoas estavam até usando a tolhada para se proteger do vento e das eventuais jorradas de água salgada que insistiam em molhar os passageiros.

Todos os ocidentais estavam lá, em alerta, segurando seus pertences (ou em alguns momentos, a si próprios) com expressões aflitas, enquanto os orientais dormiam.

Sim, dormiam. Todos os 15 orientais presentes no barco estavam de olho fechado, sacolejando como nós, mas com uma expressão super serena.

Fiquei tão surpresa que comecei a reparar (leia-se: encarar) neles, olhando de um a um. Todos com a mesma carinha serena, relaxada, como se o mundo não estivesse balançando quase nada. Até que vi uma das meninas se mexendo e a ficha caiu: eles não estavam dormindo, estavam só meditando.

É, tenho muito que aprender...

3 comentários:

  1. aaaaaaaaaaaooooooooouuuuummmmmm...

    meditar é uma forma bem mais saudável de lidar com a tensão!

    :-)

    beijo

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. kkkkkk...depois você me ensina uns mantras, ou sei lá o quê, pra aprender a relaxar na hora do caos.

    bjs

    ResponderExcluir