terça-feira, 1 de setembro de 2009

Entre amigos

Sábado passado um amigo resolve cozinhar e convidar algumas pessoas para jantar na casa dele. Fui com ele no supermercado, ajudei a descascar batatas (4 sacos – e agora entendo o poder da expressão “vá descascar batatas) e os outros convidados já estavam lá quando o host constatou que o gás tinha acabado.

Com quilos de comida para preparar e nenhuma empresa entregando gás sábado à noite, resolvemos transferir a festa para minha casa. As batatas já estavam semi-cozidas, por isso a panela teve que ir no colo de alguém. Duas malas de viagem carregavam os outros ingredientes e as bebidas.

Mesmo com o imprevisto, foi um sucesso. A comida estava ótima, e apesar da bagunça na cozinha foi ótimo ter a casa cheia de gente e pouco stress com a organização. Foi tudo muito espontâneo, pra não dizer emergencial, para eu sofrer por antecipação (meu esporte preferido).

De entrada, nosso amigo cozinheiro fez camarões. Eu, além de muito bem educada, tenho que ser fiel ao projeto desjacuzação, portanto não comi só um camarão, comi vários.

Até que abro um e me deparo com umas coisinhas pretas na carne. Inocentemente pergunto aos convidados o que era aquilo e, com a maior calma do mundo, eles respondem:

- Prawn poop* (cocô de camarão).

Fiquei chocada, toda a educação foi por água abaixo e larguei o camarão borrado na hora. Enquanto as pessoas tentavam me convencer que não tinha problema comer aquilo, que camarão só se alimenta de plantas, não resisto e pergunto:

- Vaca só come capim. Você comeria cocô de vaca?

Pois é, a flexibilidade das minhas papilas gustativas tem limite.

E tenho dito.

9 comentários:

  1. Simplesmente excelente! hahahahahah
    queria muito ter visto sua cara ao ouvir "prawn poop"... hahahhah
    besos

    ResponderExcluir
  2. Tipo aquela parte que deve ser excluída antes de que os camarões cozinhem? Que demora um tempão pra limpá-los e assim evita esta cena?
    CHOCADA...
    Mantenha-se jacu com mto orgulho!
    Ana R.

    ResponderExcluir
  3. pois é....vc comeu poop de camarão!!! e eu também já!
    =/
    adoreiii esse post! hahaha
    Carol Pira

    ResponderExcluir
  4. hahahahha - fantástico!!
    Adoro camarão. Mas sempre que EU faço, limpo direitinho, um por um, esfrego debaixo da torneira até mandar o prawn poop por água abaixo!

    ResponderExcluir
  5. aahahahahahhaahahahhahh
    ahhhhahhhahhaha
    Isso me lembrou o THE BUCKET LIST, a historia do café deles...
    Friend, eles tavam brincando com vc, tinha uma camera escondida. Não pode ser verdade...Beijo
    Ni
    ps: curiosidade: vc tentou fazer o pure de batata de novo?

    ResponderExcluir
  6. Andre,
    cara de nojo. MUITO!

    Ana R.
    sabe que não vi o cara lavar os camarões? eca... da próxima vez vou supervisionar os preparativos!

    carol,
    eca, prefiro fica com fome!

    MH,
    vc faz camarão? Tá prendada hein, saindo melhor que a encomenda!!

    Ni,
    É verdade!! Acho que o cara não lavou antes mesmo!! nojinho... do café de Sumatra também, to aqui do lado, mas NÃO vou ver como é que é feito.
    Ah, fiz o purê e ficou ótimo!! =)

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Ha,ha,ha...adore o termo "camarão borrado", fazia tempo que não ouvia BORRADO....ECA! Fifi, uma vez um cara da minha classe do MBA abriu a lagosta e começou a comer todo o poop da lagosta de colher....quase gorfei....eca!
    bJ. ANDRÉ.

    ResponderExcluir
  8. tem de tirar aquela tripinha preta, que ali é o cocô.
    Agora... nunca comeu um camarao frito na praia? acha mesmo que eles tiram o cocô assim, todinho? tenho uma teoria que é exatamente este o segredo - o de casa nunca fica igual.
    beijo

    ResponderExcluir