quinta-feira, 14 de maio de 2009

As perguntas que não querem calar - parte 1

A adaptação em um novo país é lenta e trabalhosa, e por mais que você se prepare antes só vai mesmo saber como é uma vez que já esteja morando no lugar.

A minha adaptação está sendo bem melhor do que eu imaginava. Tirando o calor e a comida local, não tenho tido grandes problemas. Mas mesmo assim, à medida que o tempo passa e as coisas vão acontecendo, muitas perguntas vão surgindo e eu me pego pensando constantemente porque as coisas são como elas são.

Hoje, resolvi compartilhar com vocês minhas dúvidas sobre os dois assuntos mais importantes para o povo de Singapura: comida e compras.

Compras
Por que algumas vezes eles usam as medidas (tamanhos) do Reino Unido e outras dos Estados Unidos?
Por que, se eles usam medidas do Reino Unico e EUA, eles também não têm vendem peças com a numeração equivalente?
Por que você assina dois recibos do cartão de crédito e não fica com nenhuma dessas vias?
Por que as pessoas não parecem se importar com quantas sacolas plásticas elas realmente precisam usar para carregar as compras do supermercado?
Por que eles não colocam preços nas vitrines?

Comida local
Por que as comidas locais tem que ser tão apimentadas ou tão doces?
Por que eles misturam carne, frango, peixe e porco no mesmo prato?
Por que os restaurantes nunca têm facas (e você tem que comer de garfo e colher?)
Por que as porções de arroz são tão grandes?
Por que quase tudo é frito ou banhado em óleo?
Por que nos food courts você tem que pagar por guardanapos?
E por que mesmo com tudo isso a maioria da população consegue ser magérrima?

Claro que algumas nem resposta tem, mas outras... me aguardem que eu vou descobrir!

3 comentários:

  1. pagar pelos guardanapos?? How bizarre...

    agora, a porção de arroz deve ser grande para absorver o banho de óleo dos outros itens!

    Tem coisas que são realmente difíceis de entender. Será que tem mesmo motivo ou é assim porque é assim e pronto?

    ResponderExcluir
  2. Hoje não é um comentário e sim uma bronca:
    POR QUE TANTOS PORQUÊS AO INVÉS DE CURTIR TUDO DE NOVO E ESTA EXPERIÊNCIA ÚNICA E INUSITADA? ACHO QUE TÔ PRECISANDO ENUMERAR OS PORQUÊS DA VILA EURO PARA REFRESCAR SUA MEMÓRIA OK?
    Beijo
    ANÔNIMÍSSIMA
    Só quem está na Vila Euro vai saber, e não é euro de moeda européia não, ok?

    ResponderExcluir
  3. Bem... preço na vitrine aqui na Terra de Malboro (no Brasil) também não tem... acho que é lei do estado de SP e olhe lá! aduahduahduhaudh

    ResponderExcluir