terça-feira, 5 de maio de 2009

Dirigindo em Singapura

Antes de vir para cá, tirei minha carteira de motorista internacional porque imaginei que talvez fosse precisar. Desde que soube que em Singapura eles dirigem “ao contrário” (ou seja: mão inglesa, ou pela esquerda), fiquei com o pé atrás. Só tentava imaginar como seria dirigir sentada do lado direito do carro.

Pelo menos a empresa do Steven arranjou um carro automático pra ele, que é para diminuir o risco de acidentes. Enquanto que o câmbio fica do lado esquerdo, os pedais de breque e acelerador são “normais” – breque no meio, acelerador à direita (só pra não deixar dúvidas).

No primeiro dia, ele se atrapalhou um pouco com o carro e as ruas, mas com a ajuda do GPS e muita atenção ele conseguiu se acostumar rapidinho. Depois de uma semana sentada no banco onde normalmente tem uma direção na frente (e achando muito esquisito sentar na cadeira do motorista e ficar de braços cruzados), posso dizer que já estou mais habituada.

E então chegou o dia em que eu deveria arriscar umas manobras, afinal de contas em caso de emergência é bom que eu saiba dirigir, e normalmente emergências não mandam aviso. Colocamos um endereço no GPS, que era só para ter uma direção e não ficarmos zanzando feito idiotas, prendi a perna esquerda para não deixar o pé pisar no freio achando que é embreagem e lá fui eu.

É tudo muito esquisito! De ponta cabeça, como diria minha mãe. A seta fica do lado direito, então toda hora que queria sinalizar uma virada, ligava o limpador de parabrisa (é assim que escreve com as novas regras?). Pelo menos não começou a chover, senão eu ficaria dando seta pra tudo quanto é lado antes de conseguir efetivamente limpar os vidros.

Apesar das trapalhadas, confesso que me saí muito bem até quase o final do “circuito”. Por causa de uma curva estúpida, liguei o parabrisa ao invés da seta, me distraí tentando fazer o negócio parar e subi (com UM pneu só!) na calçada.

Mas eu sou brasileira e não desisto (quase) nunca, então no próximo final de semana vou tentar de novo.

6 comentários:

  1. Não desista má!
    Deve ser muito bizarro mesmo dirigir...! boa sorte!
    beijos
    Carol Pira

    ResponderExcluir
  2. Aiii, que dificillll, o cerebro nao tá programado, saudadesss...

    ResponderExcluir
  3. hehehe
    eles dirigem do lado errado, e pronto. Boa sorte pra você, sempre me julguei incapaz de aprender isso...

    ResponderExcluir
  4. esse word checker é uma piada. Palavra de hoje: fulscuta

    ResponderExcluir
  5. Complicado amiga! Mas Vai que vai!!!

    ResponderExcluir
  6. Carol Pira,
    não desisto não!! Mas tem que se preparar psicologicamente...

    Ró,
    não tá mesmo!! Tem que treinar muito o cérebro..

    MH,
    agora que moro na Ásia, acho que não posso mais falar que as coisas são erradas, né? Melhor falar só "diferentes"...
    e Word checker? vou tirar isso, é muito irritante...

    Carol,
    vai que vai até o steven mandar parar hahahahahahahhaah!

    bjs

    ResponderExcluir