quinta-feira, 30 de abril de 2009

Informações básicas

Com tantas novidades para contar todos os dias, acabei me esquecendo de comentar coisas básicas e que as pessoas estão me perguntando (por email, porquê essa timidez de comentar, meu povo?).

Em relação ao custo de vida, ainda estamos descobrindo. Algumas coisas são baratas, como táxis, e outras são bem caras, como bebida alcóolica. Em qualquer lugar que você vai pagar em média 8 dólares singapureanos (equivalente a mais ou menos R$ 11), mas grande parte dos bares e restaurantes que fomos servem “pint”, quase meio litro de cerveja, por 12 dólares. Eu acho um desperdício de dinheiro, porque nesse calor em 5 minutos a cerveja está quente e, para mim, intragável. Vou sentir falta do chopp “garotinho”...

Os restaurantes também são meio carinhos. Um jantar para duas pessoas só com prato principal e uma cerveja ou vinho sai por uns 80, 90 dólares. Estamos tentando descobrir alternativas mais baratas sem ter que apelar para os hawker centres, porque todos nós já sabemos que eu nunca vou ser feliz lá.

Tinham nos falado que aqui é o paraíso dos eletrônicos, e que os preços são ótimos e tal. Até agora ainda não achei tanta diferença assim, mas preciso me aprofundar na pesquisa. Ao mesmo tempo, tinham falado que supermercado era caro (para comidas ocidentais), mas ontem demos uma olhada no Carrefour e os preços eram os mesmos da Holanda... Então isso só vamos descobrir quando já estivermos morando no apartamento.

O transporte público aqui é uma maravilha. Já tinha andado em vários metrôs, mas nunca em um tão organizado quanto esse – é de cair o queixo. Os locais reclamam que a rede do MRT (Mass Rapid Transport = metrô) não é tão abrangente, mas ainda não tenho base para comentar isso. Eles dizem que os ônibus são muito melhores, todos com ar condicionado e preferência no trânsito. Tanto para ônibus quanto para o MRT você pode usar o cartão ezlink, que é recarregável. Ok, isso até é comum, mas o interessante é que, se você compra uma passagem única, sempre paga 1 dólar a mais, e depois que chega ao seu destino por recuperar esse dólar. Por que? Nossa teoria é para que as pessoas não joguem o cartão no chão.

Aliás, limpeza é uma preocupação constante. Não se pode jogar lixo na rua de jeito nenhum (apesar que eu já vi um ou outro saquinho por aí), nem comer ou beber nos ônibus e MRT. Em bares e restaurantes fechados não existe área de fumante, em outros existe área externa para fumantes mas, mesmo em lugares como o Starbucks (um em cada esquina, impressionante) os fumantes tem uma área demarcada, normalmente sem cadeiras e guarda-sol que é pra não ficar muito confortável. Parece que eles fazem de tudo para as pessoas não fumarem. Fora que o maço de cigarro custa 12 dólares, e as fotos nas caixinhas são beeeeeem piores que no Brasil. Um horror!

Fora isso, as ruas são super bem sinalizadas, o trânsito parece fluir bem, sem a bagunça típica e os motoristas folgados de São Paulo. Acho que aqui as pessoas têm tantas regras para seguir, que as coisas parecem simplesmente funcionar.

Com todas essas regras, você imagina que a cidade está cheia de policiais, né? Pois não está. Até agora só vi dois, mas eles estavam saindo do estacionamento do shopping na hora do almoço, acho que tinham ido fazer uma boquinha.

Essas são as impressões de uma iniciante, só com o tempo vamos poder confirmar se elas estavam certas ou não. Mas, enfim, quem quiser visitar prepare o bolso!!

7 comentários:

  1. ok... vamos perder a vergonha e comentar ... por partes claro... é mta coisa pra comentar...
    - Taxa de pagagem também é caro! Então nós, amigos, qdo cheegar o grande dia de visitar... só malinha pequena!!! hehehe
    - Sobre a comida cara... AMIGA VAMOS USAR A AULA DE CULINÁRIA!!!
    - Eletronicos... bom ponto... Compra logo o lap com webcam ou até mesmo uma camerazinha para acoplar, quero ver a vista da janela!!!

    Sim sim... Desculpa galera... mas preciso comentar assim, tim tim por tim tim!!!

    ResponderExcluir
  2. muito bom acompanhar a "perspectiva geral".

    E a busca por apto? Já estão decidindo alguma coisa? Eu sei, eu sei, vocês acabaram de chegar...

    o custo de moradia é muito alto?

    bjo

    ResponderExcluir
  3. Eu não me canso de acompanhar suas aventuras aqui postadas!!!!
    Poxa... a Universal ainda não está pronta??? sacanagem... - sim, o mais freak por parques de diversões!!!!
    Qdo for praih, acho que terei que apelar pros Hawker Centres, mesmo... cheapeatones como sou... jah viu! LOL
    besos

    ResponderExcluir
  4. é isso aí Carol, tem que comentar!! E pode falar o quanto quiser, eu adoro! Mas vamos lá:
    - a taxa de bagagem pagamos na Holanda, é culpa da KLM...
    - a aula de culinária só entra em prática quando tivermos morando num apartamento!
    - laptop.. acabei de comprar um celular, segura a onda aí!

    ResponderExcluir
  5. MH, vou fazer um post só sobre moradia... assim que tiver tudo certo!

    André, acompanhe sempre!! Adoro!
    Pois é, a universal só fica pronta ano que vem... mas e um bom motivo pra vc vir né? E qdo vier, come na minha casa!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Adorando!!!
    Querida, quero saber tudinho! Cultura de ordem faz dessas coisas - regras que são seguidas, mas fico mais que curiosa para as que não são... e que v vai descobrir :-) pra nós!!!
    Sei que são muitissimo multiculturais, mas o que prevalece?
    Minha xeretice, no geral, é igual dos outros seus amigos, e faço votos que v ache o que, e onde, comer uma comidinha mais básica - hehehe...
    bjks

    ResponderExcluir
  7. Clau, qual a marca predominante dos ônibus urbanos daí? Mercedes-Benz?
    Dá para checar?
    Andam em corredores apenas? Tem micro-ônibus para as linhas alimentadoras?
    Bj
    Li

    ResponderExcluir